top of page

Ansiedade e depressão: Sinais e desafios na adolescência

'A doença do século XXI'.


''A depressão afeta 322 milhões de pessoas no mundo, (OMS).''



A Organização Mundial de Saúde (OMS), tem vindo a alertar a população para a promoção e prevenção da saúde, em especial a saúde mental. Temas como a ansiedade e a depressão, têm vindo a ser alvo de destaque, e é cada vez mais visível o impacto que estas perturbações podem ter no bem-estar e na vida do doente, na sociedade e na economia.

A depressão é também caraterizada como a doença do foro psiquiátrico mais prevalente em Portugal, nomeadamente nas crianças e jovens. 30,9% das crianças e jovens apresenta sintomas depressivos. Isto significa que é necessário falar sobre saúde mental, não só com as crianças e jovens, mas também com os pais e encarregados de educação, para que os sinais e sintomas possam ser identificados atempadamente, prevenindo assim o seu sofrimento psicológico.

 

‘’No Hospital Dona Estefânia, o número de crianças e jovens que chegaram à urgência e que tiveram contacto com a pedopsiquiatria, com problemas de ansiedade e humor, aumentou quase 50% no início do ano, em comparação com os dois primeiros meses do ano passado.’’

(Jornal Público, março de 2021)

 

A par da depressão e das perturbações do humor a ela associadas, surgem também as perturbações da ansiedade, outro tema igualmente importante e preocupante entre as crianças e jovens, algo que tem vindo a aumentar, especialmente durante a Pandemia Covid-19.


Que sinais ou sintomas depressivos pode apresentar uma criança/jovem?


  • Humor deprimido (parece choroso/a ou triste, sente-se vazio/a e sem esperança. Por vezes pode parecer irritado/a);

  • Diminuição significativa do interesse ou prazer em todas ou quase as atividades na maior parte do dia, quase todos os dias;

  • Perda ou ganho significativo do peso sem motivo aparente;

  • Insónias ou hipersónia;

  • Alterações psicomotoras;

  • Fadiga ou perda de energia;

  • Sentimentos de inutilidade ou culpa excessiva;

  • Capacidade diminuída de pensar ou se concentrar;

  • Pensamentos recorrentes sobre a morte;

  • Quebra do rendimento escolar.

Em relação à ansiedade e aos sinais e sintomas associados, é também possível identificar alguns comportamentos nas crianças e jovens:

  • Dores de cabeça;

  • Náuseas;

  • Vómitos;

  • Tremores;

  • Tensão muscular;

  • Dores abdominais;

  • Perturbações do sono;

  • Tonturas;

  • Falta de ar;

  • Irritabilidade;

  • Dificuldades de concentração;

  • Dificuldade de memória.

Tratando–se de sintomas como perturbações de ansiedade, perturbações do humor, ou qualquer outra situação que possa trazer sofrimento psicológico para a criança ou jovem, é sempre importante que a comunicação seja algo presente e que o adulto/responsável pela criança ou jovem, demonstre que está presente para ajudar. Ainda que não se trate de uma perturbação diagnosticada (que apenas deve ser realizada por um profissional de saúde mental), não significa que o sofrimento não exista. É importante não desvalorizar os sintomas da criança/jovem, e mostrar que entende que o seu sofrimento é real.

Esta e outras estratégias podem ser definidas e trabalhadas com as crianças e jovens, não só numa perspetiva de apoio e suporte, como também estratégias de prevenção do sofrimento psicológico e de uma boa saúde mental.


No próximo dia 30 de julho pelas 18:00h, estas e outras questões serão debatidas através de um Webinar, realizado pela nossa equipa de psicólogas. É destinado a pais/encarregados de educação de crianças e jovens do 2º e 3º ciclo de escolaridade, no âmbito do projeto #fazesparte - PIEAS - Um projeto financiado por POR Lisboa 2020.

Destinam-se ao aumento da literacia em saúde mental, numa perspetiva de suporte/apoio, e respetivas estratégias, para que cada cuidador/a possa estar atento/a aos sinais de alerta e riscos, trazidos pela fase da adolescência.



O Webinar 'Ansiedade e depressão: Sinais e desafios na adolescência', terá a duração de 1h:30m, e será totalmente gratuito. Será um espaço de partilha de experiências onde os pais/encarregados de educação terão oportunidade de conhecer as problemáticas associadas à ansiedade e depressão, assim como as estratégias a adotar.


Até breve!


Susana Santos

Psicóloga Clínica

Membro Efetivo da Ordem dos Psicólogos Portugueses nº 24251



52 visualizações0 comentário

Posts Relacionados

Ver tudo

Comments


bottom of page