top of page

A importância das competências socioemocionais

A aprendizagem socioemocional, é um conceito associado a todas as idades e pode ser desenvolvido em qualquer fase da vida. Uma vez que falamos de competências, trata-se de um conjunto de características para realizar uma determinada atividade, o que significa que podem ser trabalhadas e desenvolvidas.

As competências sociais e emocionais, são de elevada importância, uma vez que, através delas, o indivíduo aprende a fazer escolhas mais acertadas em diversos contextos, a desenvolver relações mais saudáveis com os outros, a ter comportamentos mais responsáveis, tomar decisões adequadas e estabelecer objetivos.

A aprendizagem socioemocional pode ser desenvolvida através de programas de competências socioemocionais.

Por todos os motivos descritos acima, é cada vez mais evidente a importância da aplicação de programas de competências socioemocionais nas escolas, junto das crianças e jovens, como medida de promoção da saúde mental.


O modelo SEL


O modelo SEL (Social and Emocional Learning), refere-se a uma nova abordagem socioemocional, que engloba 5 grandes domínios e promove o desenvolvimento de competências sociais, emocionais e cognitivas:


Autoconhecimento: Através do autoconhecimento, os jovens aprendem a conhecer-se melhor e aprofundar aquilo que já sabem sobre si mesmos. Desta forma, podem aprender a aceitar as suas emoções, tanto as agradáveis como as menos agradáveis. Ao conhecer as suas emoções e sentimentos, estão mais aptos para pedir ajuda;


Autogestão: Através da autogestão, os jovens aprendem a gerir as emoções e adaptar- se a situações de adversidade, tais como situações de stress, esforço académico e controlo de impulsos. Desta forma, o jovem aprende a trabalhar para alcançar os seus objetivos pessoais;


Consciência Social: Através da consciência social, os jovens aprendem a respeitar as diferenças no outro, sejam elas sociais, económicas, religiosas ou políticas.

Ao desenvolver a empatia, os jovens compreendem as diferenças e reconhecem a importância do meio no desenvolvimento de todos;


Relações Interpessoais: Através do desenvolvimento das relações interpessoais, os jovens estabelecem relações saudáveis e gratificantes com outros jovens e com grupos. Para desenvolver relações saudáveis com os outros, é necessário desenvolver competências como a comunicação verbal e não verbal, escuta ativa, gestão de conflitos e espírito de equipa;


Tomada de decisão responsável: A tomada de decisão responsável, tal como o nome indica, refere-se à capacidade de saber fazer escolhas. Para se fazer uma escolha adequada, é necessário saber analisá-la, saber os prós e contras da tomada de decisão e ainda, assumir os riscos.


A equipa #fazesparte, reconhece a importância do desenvolvimento das competências socioemocionais como promoção da saúde mental dos nossos jovens.

Por esse motivo, o #fazesparte encontra-se a implementar um Programa de Competências Socioemocionais, nomeadamente o Projeto 'Atitude Positiva', junto dos jovens estudantes da cidade de Setúbal.

Acompanhe o nosso trabalho através das redes sociais através do facebook https://www.facebook.com/fazesparte.YMCA e através da nossa página do instagram https://www.instagram.com/fazesparte/


Eu faço parte,

Tu fazes parte,

Nós fazemos parte!


Até breve!


Susana Santos

Psicóloga Clínica

Membro Efetivo da Ordem dos Psicólogos Portugueses nº 24251


Cofinanciado por


495 visualizações0 comentário

Posts Relacionados

Ver tudo
bottom of page